Neonazismo cresceu 60% no Brasil entre 2019 e 2021. Coincidência?

Neonazismo cresceu 60% no Brasil entre 2019 e 2021. Coincidência?

Neonazismo cresceu 60% no Brasil entre 2019 e 2021. Coincidência?

⚠ Segundo dados da pesquisadora Adriana Dias, em 2021 o Brasil possuía 530 células neonazistas identificadas e ativas, o que representa um crescimento de quase 60% em relação a 2019.

☠ Coincidência ou não, trata-se do período de governo do presidente Jair Bolsonaro, que diversas vezes relativizou ou mesmo demonstrou simpatia ao nazismo.

😯 A expressão “Brasil acima de tudo”, parte do slogan de Bolsonaro, é, na verdade, uma cópia da estrofe da música (“Das Lied der Deutschen”) que Hitler considerava ‘a mais sagrada, que dizia “Alemanha acima de tudo”. O termo foi incorporado pelos nazistas.

😤 Em 1998, Bolsonaro disse que Hitler “soube impor ordem e disciplina”. Posteriormente, declarou em entrevista que o Führer era “um grande estrategista” e mentiu que seu bisavô foi soldado nazista.

💣 Tudo isso antes de sua eleição como presidente: em 2004 Bolsonaro já havia enviado uma carta de agradecimento a grupos neonazistas, e em 2011 um grupo deles foi às ruas em defesa do ex-capitão.

👎 Já no poder, Bolsonaro seguiu fazendo afagos aos neonazistas e membros de seu governo utilizaram a simbologia. Seu slogan é muito semelhante ao slogan da Alemanha nazista.

Bolsonaro publicou vídeo que repetia o bordão de outro líder fascista, Benito Mussolini, parceiro de Hitler na Segunda Guerra Mundial.

O próprio Bolsonaro recebeu, de forma muito calorosa, uma deputada alemã de um partido neonazista (ela mesma é neta de um ministro de Hitler).

Com esse tipo de exemplo vindo de nossa autoridade máxima, como construir um país em que a vida seja essencial?

#EssencialÉAVida