Negacionismo ambiental envergonha o Brasil e ameaça nosso futuro

Negacionismo ambiental envergonha o Brasil e ameaça nosso futuro

Negacionismo ambiental envergonha o Brasil e ameaça nosso futuro

🌍 Os resultados ambientais do Brasil são tão ruins nos últimos anos que o presidente Jair Bolsonaro sequer teve coragem de comparecer à COP26, importante conferência da ONU sobre mudanças climáticas.

🏝 Dados dos dois primeiros anos de seu governo indicam que o Brasil não está ajudando a busca mundial por controlar o aquecimento global e zerar o desmatamento.

Pelo contrário:

☠ Em 2019 e 2020, o desmatamento na Amazônia foi o maior desde 2008, com um aumento de 67% na área de floresta destruída;

🏭 Enquanto a média global de emissões de carbono caiu cerca de 7% em 2020, no Brasil houve alta de 9,5% em relação a 2019;

🔥 Em 2020, houve a pior taxa de incêndios florestais desde 2010.

Diante disso, o que fez o governo? Em vez de agir para proteger o meio ambiente, tirou do renomado Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) o monitoramento das queimadas, para que não haja mais dados sobre isso no Brasil.

Tudo isso tem reflexo também na forma com que o resto do mundo está olhando (assustado) para o Brasil. Uma das consequências, inclusive, é a fuga recorde de investimentos. Até quem poderia ganhar dinheiro por aqui está preferindo ir embora.

O governo Bolsonaro vai na contramão de todos os países mais desenvolvidos do planeta. Negacionista também em relação ao meio ambiente e às mudanças climáticas, ameaça nosso futuro e ignora o essencial: a preservação da vida.

#EssencialÉAVida