Brasil atingiu maior número de endividados em 11 anos

Brasil atingiu maior número de endividados em 11 anos

Brasil atingiu maior número de endividados em 11 anos

😥 O presidente Jair Bolsonaro tenta colocar toda a culpa pelo fracasso econômico de seu governo na pandemia de Covid-19. Só que ele não conta que os países que fizeram lockdown prolongado conseguiram retomar a economia muito antes que o Brasil.

Com isso, nosso país despencou do 9º para o 13º lugar na economia mundial (em 2011 era a sexta maior).

Importante lembrar que o desemprego já estava muito alto antes mesmo da crise sanitária: 12% (mais uma prova de que a culpa não é da pandemia).

💰 Graças às medidas de sucateamento dos serviços públicos e da falta de políticas eficazes para proteger as pequenas e médias empresas e a população, o governo Bolsonaro contribuiu para que os brasileiros atingissem seu maior nível de endividamento em 11 anos.

E poderia ter sido ainda pior. Logo no início da pandemia, o governo se recusou a dar qualquer ajuda financeira à população, mas foi vencido no Congresso e teve que pagar um auxílio emergencial por alguns meses. E mesmo assim o valor foi muito mais baixo do que o que foi pago por governos de outros países.

😮 Segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), cerca de 12,2 milhões de famílias estavam endividadas em outubro de 2021, o maior número desde que a medição começou, em 2010.

E não foi por falta de dinheiro que o governo deixou de ajudar os brasileiros. O sistema financeiro ficou com quase 40% dos recursos do orçamento federal: quase R$ 1,4 trilhão!

Enquanto a população se afunda em desemprego e dívidas e se aproxima da fome, Bolsonaro se preocupa apenas com sua campanha à reeleição antecipada, com a compra de votos de parlamentares no Congresso e com os repasses aos bancos. Ele trata a vida dos mais pobres como se não fosse essencial.

#Essencial é a vida