2ª onda de Covid-19 matou quase 20% dos jovens internados

2ª onda de Covid-19 matou quase 20% dos jovens internados

2ª onda de Covid-19 matou quase 20% dos jovens internados

⚰ Em 2021, a 2ª onda de Covid-19 no Brasil foi mais letal para os jovens⤵

➡ Mais de 40% das pessoas com Covid-19 que deram entrada em hospitais morreram (no pico da 1ª onda, em 2020, foram 33%)

➡ Quase 20% dos jovens internados entre 20 e 39 anos faleceram

➡ A mortalidade entre pessoas intubadas chegou a 84% (era 78,8% na 1ª onda) – a média mundial é de cerca de 50%

O estudo foi publicado pela renomada revista científica Lancet Respiratory Medicine, e confirma que ainda é muito perigoso retornar às aulas presenciais em meio à pandemia.

☣ A 2ª onda foi mais fatal para toda a população, mas sobretudo para os jovens, devido à variante Gama: ela é mais agressiva, se espalha mais rapidamente, gera quadros mais graves da doença, é até 2,4 vezes mais transmissível, causa reinfecções em quem já teve Covid-19, e é capaz de “enganar” a proteção gerada por infecções prévias e vacinas.

🦠 Contudo, nesse momento nosso país está lidando com uma variante potencialmente pior: a Delta, que se espalha sem controle no Brasil, e é muito mais transmissível – estima-se que seja 60% mais contagiosa do que a B.1.1.7 (cepa já identificada na Bahia).

Por isso, é necessário manter o ensino remoto até que toda a população esteja completamente imunizada (com as duas doses de vacina, ou com a de dose única).

❤️ Defenda a vida, pois ela é essencial.

#EssencialÉaVida #EnsinoRemotoSim